Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Álbum de Testamentos

Porque sou uma miúda com muitas maluqueiras e adoro escrever (e muito) sobre elas.

Odaiba Memorial Day: Digimon Adventures 01 #8 - O cérebro

02.jpg

 

Voltando a pegar na comparação com Lost, Izzy é o equivalente a John Locke, no sentido em que é o primeiro a aperceber-se da natureza única do mundo onde vieram parar. Por outro lado, Izzy também pode ser considerado o oposto de Locke por ser um "homem de ciência" - de resto, se formos a ver, o Mundo Digimon é um mundo informático, "científico" (embora com elementos de fantasia e, mesmo, de religiosidade) enquanto a ilha de Lost é um lugar essencialmente espiritual (embora com elementos de bizarria científica). Como acontece muito entre crianças, de início, Izzy é levemente marginalizado do grupo pelos seus tiques de nerd. E, na verdade, o próprio Izzy revela-se um bocadinho antissocial, separando-se frequentemente das outras Crianças na sua ânsia por descobrir mais sobre o Mundo Digital - foi, por exemplo, hilariante meterem-no sozinho com a princesinha Mimi. 

 

 O Cartão atribuído a Izzy é, naturalmente, o do Conhecimento (Curiosidade na versão japonesa, embora não deixe de existir um pequeno paradoxo. Izzy deseja saber tudo e, de facto, sabe imenso, mas sabe pouco acerca de si mesmo. Poucos anos antes dos eventos desta temporada, Izzy descobrira acidentalmente que fora adotado. Não descobrira porquê e é insinuado que tinha medo de descobrir. Assim, foi-se distanciando das pessoas, encontrando abrigo no mundo dos computadores. A relação de Izzy com os país, quando este regressa temporariamente ao Mundo Real, é a mais interessante de todas as Crianças.

 

É dado a entender que, já antes de ser transportado para o Mundo Digimon, Izzy é uma criança invulgarmente bem educada. No entanto, a dinâmica que observamos entre Izzy e os pais é mais estranha do que isso. Não falta amor naquela família, ninguém duvida disso. Porém, tratam-se uns aos outros com um tudo nada de delicadeza a mais do que seria expectável entre pais e filhos. Imagino que Izzy sinta um misto de gratidão pelos pais, que o acolheram mesmo não sendo biologicamente seus, e de medo de ser "devolvido à precedência" - por isso, procura portar-se o melhor possível. Quando regressa brevemente do Mundo Digimon, sente-se também culpado por ter de ocultar o seu trabalho como Criança Escolhida aos pais. Nesse aspeto, acaba em pé de igualdade com os progenitores - estes também guardam um segredo e a culpa que sentem influencia a relação com Izzy. Em momentos em que, se calhar, outros pais fariam perguntas, estes retraem-se. Volto a frisar, no entanto, que ninguém duvida do amor entre eles. 

 

36c.jpg

 

De resto, quando Myotismon decide raptar todos os humanos em Odaiba para procurar a Oitava Criança, Izzy é o único entre os Escolhidos que consegue proteger ativamente os pais. Quando arranjam um momento de acalmia depois disso, os país contam, finalmente, a Izzy a verdade sobre a sua adoção, naquele que é um dos momentos mais comoventes de toda a temporada. Pouco após, os  pais de Izzy até dão uma mãozinha quando o filho tenta decifrar a profecia que lhes indicará como derrotar VenomMyotismon.

 

Isso, bem como o respeito que fora conquistando entre as outras Crianças, graças aos seus conhecimentos sobre o Mundo Digital, faz com que Izzy perca os seus tiques mais antissociais. O rapazinho chega mesmo a servir de suporte emocional a Tai quando a irmã adoece. Em suma, apesar de não ter uma evolução tão marcante como Matt ou Tai, Izzy é uma personagem bem construída, uma das que mais gostei quando revi a temporada recentemente.

 

Da próxima vez, falaremos de uma personagem muito mal-amada, inclusive por mim, que se calhar não o merecia... 

 

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • P. P.

  • Sofia

    Obrigada pelo seu feedback. Vou ter isso em conta.

  • Pedro

    Boa tarde,uso algumas destas aplicações e confirmo...

  • Sofia

    Na minha opinião, o Pocket será útil para quase to...

  • Chic'Ana

    Só conhecia mesmo o Spotify, vou investigar os out...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me no Twitter

Revista de blogues

Conversion